Divinut Indústria de Nozes Ltda

Musgos não afetam produção de Nozes

Data: 19/07/2016
Musgos não afetam produção de Nozes

Musgos não afetam produção de Nozes




As fotos enviadas são de árvores de noz pecã, em Sorocaba (SP), que apresentam, aparentemente,uma espécie de fungo. A produção de frutos está bastante reduzida.Vocês poderiam me orientar sobre amelhor maneira de sanar o problema? As árvores possuem aproximadamente 20 anos e uns 10 a 15 metros de altura. Ricardo Archilla - Sorocaba(SP)
 

“As fotografias revelam musgos e liquens, que são organismos não patogênicos, que não causam doenças nas nogueiras”, afirma o biólogo Edson Roberto Ortiz.Obiólogo, que é diretor da beneficiadora Divinut Indústria de Nozes, de Cachoeira do Sul (RS), explica que os musgos e liquens estão sobre as placas mortas de casca, que se desprendem, e alimentam- se de matéria orgânica e água da casca. “Eles não são parasitas, são organismos típicos de áreas úmidas”, explica. Segundo Ortiz, a aplicação de calda bordalesa (fungicida natural feito à base de sulfato de cobre) elimina esses organismos das árvores, mas o biólogo não vê a necessidade de combatê-los. “A baixa produção de frutos não tem relação com os musgos e liquens.O fato pode estar relacionado com a origem genética das plantas e com a falta de algum nutriente.” Mais informações no site www.divinut.com.br  ou pelo tel. (0--51) 3723-6003.

 
O ESTADO DE S. PAULO
30DE JUNHO A 6 DE JULHO DE 2010

Leia também: